O Instituto Cultural da Google revelou uma câmara que pretende tornar o invisível, visível. Permitindo assim, dar especial atenção aos detalhes de pinturas, possibilitando aos amantes de arte terem a oportunidade de contemplar os mínimos pormenores de diversas obras, desde o movimento do pincel até à subtileza de cores utilizadas.

O Museu Boijmans Van Beuningen, em Roterdão foi o primeiro a usar esta câmara para digitalizar as suas obras.

Talvez também queira ler...

Calendário para 2017

É francês, é um excelente fotógrafo e a