E porque o mundo não é feito somente de gente elegante, a Buzz mag apresenta Catrina Raiford, de 38 anos, natural da Florida nos EUA. Esta mulher foi sexualmente abusada quando era criança, e devido a isso encontrou na comida uma forma de se confortar. Os lanches açucarados e a comida que ingeriu às escondidas valeram-lhe as calorias suficientes para ser agora a mulher mais gorda do mundo (viva), com 228,61 quilogramas. Catrina precisa agora angariar 10.000 dólares para remover a peles que tem a mais.

Talvez também queira ler...

Desastre na cozinha

Considera-se um mau cozinheiro? Não faça isso. Tem