Tem 46 anos e continua a ser uma das mulheres mais desejadas do mundo. A sua vida amorosa sempre foi confusa, mas a profissional foi gerida com mestria e é hoje a figura hispânica mais influente dos Estados Unidos da América

Quando se vive num tempo obcecado com a imagem e o culto do corpo, em que todos os anos surgem centenas de caras bonitas com corpos sexies, não é fácil continuar a dar cartas aos 46 anos. Pelo menos para quem não tem um corpo como Jennifer Lopez.

A norte-americana de origem porto-riquenha orgulha-se das suas curvas e insiste em mostrar-se sem tratamentos fotográficos nas fotos. Tudo se deve ao trabalho árduo nos treinos e ensaios necessários para os seus extenuantes concertos em que, além de cantar, dança como se não houvesse amanhã.

Foi em 1987 que a sua carreira cinematográfica começou com um filme menor, Jovens em Conflito, mas rapidamente disparou por causa da sua beleza. Os seus méritos como actriz eram discutíveis, mas a sua sensualidade marcava. Ao mesmo tempo apostou na sua carreira como cantora que a tornou popular à escala mundial.

Em 2016, promete não parar de trabalhar nem de fazer produções fotográficas que nos fazem sonhar com esta bela quarentona.

Talvez também queira ler...

Alessandra Ambrósio

Confessamos que esta novela brasileira que passou na