Era mais um dia normal de Dezembro mas Sam Cossman não quis que fosse bem assim. Vestiu um fato especial e desceu até ao Marum, um dos vulcões com maior actividade no mundo. Fica no Vanuatu, para os lados da Austrália, e as temperaturas lá em baixo chegam aos 1000 graus. Os locais chamam-lhe “a entrada para o inferno”.

Bom, não é de admirar que Cossman diga que é impossível estar perto da lava por mais de dois segundos sem sentir o corpo a assar…

Talvez também queira ler...

Desastre na cozinha

Considera-se um mau cozinheiro? Não faça isso. Tem