Foi um jogo renhido cheio de movimentações tácticas defensivas mas sempre com a coragem e audácia portuguesa  a marcar toda a partida e a conseguir pela segunda vez chegar a uma final após 12 anos.

Cristiano Ronaldo (mais perto da quarta bola de ouro)  igualou, com nove golos, o registo de Michel Platini como melhor marcador de sempre em fases finais do EURO, ao abrir o marcador no minuto 50.

Três minuto após ao golo de CR7, Nani amplia a vantagem de Portugal para 2-0, ao minuto 53.

Parabéns a todos os jogadores e ao seleccionador nacional Fernando Santos, os adeptos portugueses já podem comprar a garrafa de “champagne” para a final, estamos juntos e prontos. Força Portugal!

Talvez também queira ler...

Estes futebolistas são ruins

Eles são futebolistas e são maravilhosamente ruins. Porquê?