A maioria de nós reconhece a fusão entre o icónico e o naturalista, mas até os conhecedores às vezes são desafiados a descobrir o que realmente é um “stone nude“. As imagens em si são silenciosas a esse respeito. Desde que a primeira foto de Janeiro no primeiro calendário “stone nude” foi impressa à mais de uma década atrás e agora cento e quarenta “stone nude” mais tarde, nenhum vestígio do fotógrafo Dean Fidelman apareceu na face do alpinista, o contraforte de granito, terra, árvore, rio ou nuvem.

stone nude“: um extracto da arte de escalar onde se procura a inspiração e celebração da forma humana.

Ao contrário da actual mídia sobre escalada, essas imagens não procuram vender ou promover nada além da experiência. Esta abordagem atraiu alpinistas de todas as especialidades para participar num projecto pensado para capturar a essência do espírito de escalada.

http://www.stonenudes.com

 

 

Deixar uma resposta

Talvez também queira ler...

Lisboa dá o sinal de partida para emov

A cidade de Lisboa dá hoje um novo