Esqueçam tudo o que acham que já sentiram em termos de binário automóvel.
Se julgam que os super-carros que circulam por este planeta estão ao mesmo nível, acreditem… não estão!… Por este preço pelo menos, não estão mesmo!

Trata-se de um “simples” veículo eléctrico, sem qualquer sombra de dúvidas, no entanto os motores eléctricos que propulsionam este Tesla 100D, são um assombro a entregar potencia a qualquer velocidade.

Na gama de preços do Tesla, encontramos vasta oferta e devo dizer que até com um melhor look and feel para os passageiros, uma vez que o Tesla, apesar de ter um interior luxuoso, não deixa de ser demasiado limpo e espartano. De facto encontramos a bordo tudo o que necessitamos para uma viagem confortável, onde toda a atenção se centra no grande ecrã que ornamenta a consola central.
A partir desse ecrã controlamos todas as configurações possíveis do Tesla.
Desde altura da viatura ao solo, à abertura de tecto solar, passando pela abertura e fecho da grande bagageira, áudio, telefone, carga da bateria, auto-piloto, médias de consumos, sistema de navegação, conexão com a Internet via Wi-Fi, câmara traseira, sensor de estacionamento.

Por outro lado, quantas viaturas podemos dizer que estão equipadas com filtros capazes de deter mais de 99% da poluição proveniente dos escapes dos motores de combustão interna? Fazendo com que a vida a bordo seja mais agradável!
Ou mesmo quantas viaturas estão equipadas com dois motores, que passam a potencia às quatro rodas de forma a obter um controlo de tracção inigualável em todas as condições climatéricas?

O Tesla model S dispõe de bancos reguláveis electricamente na frente o que permite encontrar facilmente uma posição de conforto e adequada a cada condutor. A coluna da direcção, regulável em profundidade e altura ajuda bastante, mesmo para os condutores mais compridos.
O acesso ao interior através de portas de grande amplitude facilita a vida dos passageiros da frente. Nos bancos de trás, que são bastante ergonómicos, encontramos duas situações que não nos agradaram tanto, nomeadamente o solo elevado pela presença da grande bateria e o banco demasiado atrás do pilar C que dificulta a saída do Tesla para pessoas com estatura elevada ou com dificuldades de locomoção.

No que diz respeito ao modo de propulsão, que é o principal atributo desta viatura, a Tesla esmerou-se e providenciou um conjunto de motores para este 100D (D= AWD) que impulsionam as mais de duas toneladas de forma ágil e rápida. Este Tesla model S 100D, consegue atingir uma velocidade máxima de 250kms/H (limitado) e chega aos 100kms/h em 4,3 segundos.

A garantia do carro é de 8 anos com quilómetros ilimitados para a bateria e powertrain (motores eléctricos) e 4 anos ou 80.000 km para o resto do carro. A Tesla recomenda fazer uma revisão técnica cada ano mas não é um requisito para manter a garantia.

No que toca ao carregamento, existem 3 opções: em casa, nos pontos de carregamento públicos e nas duas redes de carregamento que a Tesla está a construir (Superchargers e / ou Carregamento no Destino):

  • 1.ª Opção – Carregamento diário em casa: Com um wallbox (carregador de parede), o veículo carrega até 80 km/hora, conseguindo assim que todas as manhãs tenha o carro pronto. Pode instalá-lo em qualquer garagem, seja ela comunitária (requer aprovação do condomínio) ou privada.
  • 2ª Opção – Carregadores públicos convencionais, seja na rua ou em estabelecimentos públicos.
  • 3ª Opção – As duas redes de carregamento que a Tesla está a expandir em Portugal e que existem em toda a Europa:
    1) Rede de Super-carregadores situados em pontos que ligam as rotas de viagens de longa distância. Neste momento há 5 SUC em Portugal com 44 postos individuais de Super-carregamento distribuídos nestas 5 estações e que se encontram em crescimento e neste momento preparam-se para receber o model 3, com a adaptação dos super-carregadores com a ficha CCS. Com recurso à rede Tesla, já se pode fazer uma viagem por Portugal e pelo resto da Europa.
    A Buzzmag parou em Fátima para carregar e fez um teste até aos 100% da bateria. Demoramos, desde os quase 30% de bateria até aos 100%, cerca de uma hora e 15%, sendo que os últimos 20% carregamos muito mais devagar.

2) Com o programa Destination Charging, a Tesla melhorou a experiência de carregamento ao associar-se com hotéis, resorts e restaurantes de todo o mundo. Os Carregadores no Destino permitem carregar até 80 km de autonomia por hora (wallbox), enquanto os proprietários podem ir às compras ou passar a noite num hotel enquanto os seus veículos carregam totalmente. De momento ascendem a mais de 100 pontos em Portugal), rede que também cresce de semana a semana. As opções de carregamento aparecem no ecrã do carro para que possa planificar a sua viagem e quando coloca uma rota, aparecem os pontos pelos que tem de passar para chegar ao seu destino tendo em conta a carga do carro nesse momento.

Todas estas facilidades de carregamento, levam a que em conjunto com a eficaz gestão de bateria, não exista aquela ansiedade de carregamento constante.

Artigos relacionados

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Talvez também queira ler...

Suzuki Jimny 2018

Desde o lançamento do primeiro Jimny em abril